Melhor Futebol do Mundo

Revoltado com gol anulado, diretor da Roma dispara: 'É um jogo para homens, não uma aula de balé'

Gianluca Petrachi não poupou críticas à arbitragem da partida entre Roma e Cagliari

Paulo Fonseca também se revoltou com a arbitragem no Olimpico(2019 Getty Images, Getty Images Europe)

Paulo Fonseca também se revoltou com a arbitragem no Olimpico | 2019 Getty Images, Getty Images Europe

Na manhã deste domingo, a Roma empatou com o Cagliari em 1 a 1, mas o gosto foi amargo. Especialmente porque, já no fim da partida, os giallorossi tiveram um gol anulado. Gianluca Petrachi, diretor de futebol da Roma, se revoltou contra a arbitragem.

Após a partida, o dirigente teceu críticas por conta do gol anulado e chegou a questionar o porquê do árbitro não ter ido ao monitor do VAR para conferir o lance novamente.

"O gol anulado no fim foi ridículo. É um contato que acontece na área o tempo todo. Acontecem centenas desses todo jogo e você não pode anular um gol por isso. O pior é o árbitro não ter ido ver o lance no VAR, em caso de ter cometido um erro. É um erro técnico que falsifica o resultado do jogo", afirmou o dirigente em entrevista à 'Sky Sport Italia'.

Petrachi também afirmou que o lance foi normal porque o futebol é um esporte de contato. O dirigente foi veemente em dizer que não houve empurrão de Kalinic sobre o zagueiro Pisacane.

"Foi um contato, não um empurrão. Isso é um esporte de contato e não uma aula de balé para meninas pequenas. É um jogo de homens e existe contato".

Com o empate, a Roma ocupa a 5ª colocação na Serie A, quatro pontos atrás da líder Juventus.

Comentários