Melhor Futebol do Mundo

Taison fala sobre ofensas raciais sofridas: "Lágrimas de indignação"

Brasileiro foi uma das vítimas de ofensas racistas deferidas por torcedores do Dínamo de Kiev, em clássico ucraniano, disputado neste domingo (10)

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

MANCHESTER, ENGLAND - NOVEMBER 07: Taison of Shakhtar Donetsk during the Group F match of the UEFA Champions League between Manchester City and FC Shakhtar Donetsk at Etihad Stadium on November 7, 2018 in Manchester, United Kingdom. (Photo by James Williamson - AMA/Getty Images)
MANCHESTER, ENGLAND - NOVEMBER 07: Taison of Shakhtar Donetsk during the Group F match of the UEFA Champions League between Manchester City and FC Shakhtar Donetsk at Etihad Stadium on November 7, 2018 in Manchester, United Kingdom. (Photo by James Williamson - AMA/Getty Images)

O brasileiro Taison, do Shakhtar Donetsk, falou pela primeira vez sobre as ofensas racistas sofridas neste domingo (10), durante clássico contra o Dínamo de Kiev, pelo Campeonato Ucraniano. 

https://www.instagram.com/p/B4tCSC1ALDp/?utm_source=ig_web_copy_link

Luís Castro, técnico português do Shakhtar, também se posicionou demonstrando apoio aos jogadores que sofreram ofensas. "Hoje meus jogadores mostraram caráter. Apoio todos que sofreram racismo. Qualquer ato de racismo é inaceitável. Foi uma vergonha para todos. Devemos lutar contra isso todos os dias", disse o treinador.

Na reta final da partida, já perdendo o jogo, a torcida do Dínamo Kiev começou com insultos raciais aos jogadores do Shakhtar, que saíram de campo se recusando a jogar. Alguns deles, como Dentinho e Taison, deixaram o gramado chorando.

A partida reiniciou após alguns atletas da equipe visitante pedirem para seus torcedores pararem com a injúria. Taison acabou expulso por ter feito gestos obscenos em direção ao setor da torcida rival.

Já sabe onde assistir aos jogos da Champions League? Assista a TODOS os jogos no EI Plus!

Comentários