Melhor Futebol do Mundo

Tata Martino diz que viveu no Barcelona seu pior ano na carreira

Treinador argentino deixou o Newell's Old Boys em 2014 para treinar o poderoso time catalão

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Tata Martino comandou o Barcelona em 2014, mas não teve sucesso(AFP via Getty Images)

Tata Martino comandou o Barcelona em 2014, mas não teve sucesso | AFP via Getty Images

O ano de 2014 foi um dos mais conturbados nos últimos anos para o Barcelona. Sem títulos expressivos, o clube demorou a retomar o seu caminho após a saída de Pep Guardiola e esteve nas mãos do argentino Gerardo Martino a incumbência de recolocar a equipe catalã nos trilhos. Entretanto, a história foi diferente, segundo o próprio técnico.

De acordo com o atual treinador da seleção mexicana, aquele ano, o único em que esteve à frente do Barça, foi o pior de sua carreira, mesmo que o clube tenha levantado o troféu da Supercopa da Espanha.

"Olhando pelos resultados não foi um ano ruim. Ganhamos um título e jogamos uma final, mas no Barcelona o que mais importa é quantos títulos se ganha. No entanto, digo que foi o pior ano da minha carreira porque meu trabalho começou e terminou com a gestão da equipe", comentou Tata Martino.

"Havia questões de minha gestão e que tiveram vida curta e, para mim, o clássico contra o Real Madrid, que ganhamos em casa por 2 a 1, foi chave. Fizemos o segundo gol correndo pelos espaços vazios e se o Barcelona estava fazendo isso era porque não estava entrosado. Mas eu entendia que se pudéssemos agregar algo ao time era a possibilidade de explorar os contra-ataques", completou o argentino. 

Em apenas um ano no cargo, Martino obteve 40 vitórias em 59 jogos disputados e, ainda naquele ano, foi contratado pela Associação Argentina de Futebol para comandar a seleção de seu país natal.

 
Comentários