Melhor Futebol do Mundo

Toni Kroos afirma ser contra redução de salários de jogadores durante pandemia

Segundo o alemão do Real Madrid, seria mais produtivo que jogadores recebessem e pudessem fazer algo "sensato" com o dinheiro, ao invés de manter as quantias nos clubes

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Toni Kroos não quer que salários sejam reduzidos(Getty Images)

Toni Kroos não quer que salários sejam reduzidos | Getty Images

Em meio à crise financeira gerada pelo novo coronavírus, muitos clubes de futebol estão buscando alternativas para reduzir seus gastos. A principal forma encontrada pelas maiores equipes do mundo é reduzir os salários astronômicos de seus jogadores. A maioria dos atletas até concorda, mas Toni Kroos indicou que não gosta da medida.

O alemão do Real Madrid foi categórico em afirmar que não crê que essa seja uma maneira de ajudar na crise do novo coronavírus. Para ele, seria mais interessante que os atletas recebessem seus vencimentos na totalidade, para que pudessem utilizar o dinheiro de forma mais útil.

Já sabe onde assistir aos jogos da Champions League? Assista a TODOS os jogos no EI Plus!

"Sou a favor de que paguem o salário integralmente e que todos façam algo sensato com ele. Todos são convidados a ajudar quando necessário e há muitos lugares onde é necessário", afirmou em entrevista ao podcast 'SWR Sport'.

Na Espanha, Barcelona e Atlético de Madrid foram dois dos clubes que tomaram a decisão de reduzir o salário de seus jogadores, mas mantiveram os funcionários do clube recebendo integralmente. O Real Madrid, no caminho inverso ao dos rivais, ainda não anunciou nenhuma medida em relação a corte dos vencimentos.

 
Gooool da Alemanha! Kroos faz o quarto dos alemães e segundo dele no jogo
Comentários