Melhor Futebol do Mundo

Tottenham refuga e anuncia que não reduzirá salários de funcionários

Apenas salários da diretoria serão reduzidos durante a crise do novo coronavírus

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Tottenham liberou o estádio para ser usado como centro de testagem para o novo coronavírus(Getty Images)

Tottenham liberou o estádio para ser usado como centro de testagem para o novo coronavírus | Getty Images

Nesta segunda (13), o Tottenham foi obrigado a voltar atrás em relação à decisão que havia tomado para reduzir custos durante a crise do novo coronavírus. Recentemente, o clube havia anunciado o corte de salários de funcionários (excluindo jogadores e comissão técnica), que seriam postos em licença remunerada.

Em comunicado publicado no site oficial do clube, os Spurs afirmam que ouviram as críticas que foram feitas por conta da decisão anterior e revisaram seu posicionamento, garantindo que todos os funcionários receberão 100% dos seus salários.

Para balancear as finanças, o Tottenham indicou que, durante os meses de abril e meio, a diretoria do clube terá seus salários reduzidos. E serão, a princípio, os únicos cortes, já que ainda não foi anunciada nenhuma medida em relação aos jogadores.

Além disso, o presidente dos Spurs, Daniel Levy, anunciou que o Tottenham Hotspur Stadium será utilizado como local de testagem para o novo coronavírus, iniciativa, até o momento, inovadora para clubes da Premier League.

 
Exclusivo: Mourinho chama Lucas de herói e coloca 'culpa' da eliminação nos desfalques do Tottenham
Comentários