Melhor Futebol do Mundo

Visando cativar público, Barcelona lança seu próprio serviço de streaming

Conteúdo da nova plataforma vai desde séries especiais sobre os bastidores do clube até transmissão, ao vivo, dos jogos do Barça B e do time feminino

Avatar del

Por Marcelo Bechler

Barcelona pretende cativar público com plataforma de streaming(2019 Getty Images)

Barcelona pretende cativar público com plataforma de streaming | 2019 Getty Images

O Barcelona já tem, há alguns anos, seu próprio canal de TV aberta. Agora o clube vai além e lança a sua plataforma de streaming para que o torcedor possa acompanhar, no momento que quiser, os conteúdos produzidos com diversas temáticas sobre o clube. É um passo mais para globalizar sua marca, fidelizar fãs, difundir uma visão institucionalizada do clube e, claro, ganhar dinheiro.

O Esporte Interativo foi o meio de comunicação escolhido pelo Barça para apresentar a BarçaTV+ no Brasil e vamos aqui explicar como vai funcionar essa “BarçaFlix”, que vai desde jogos antigos até documentários sobre jogadores e figuras históricas do clube.

O diretor da área digital do clube, Dídac Lee, explica que “há muitos tipos de fãs. O apaixonado pelo futebol. Outros que querem consumir tudo que seja do Barça: hóquei, handball, tudo. E o fã casual, de alguns jogos.” e que a intenção é orientar o conteúdo a essa diversidade de público. 

CONTEÚDO

São mais de 3.000 conteúdos e 1.000 horas de vídeos disponíveis. Boa parte do material da plataforma já existe na BarçaTV, canal aberto na Espanha. A diferença é que agora o fã pode assistir no momento que quiser, não ficando preso à grade de programação do canal.

Para o diretor Dídac Lee, “Temos muitas limitações em um canal de TV. Com uma televisão pela internet, você escolhe o conteúdo, se quer ver na TV, celular, computador. São muitas TVs em uma só. O Barça é um clube tão diversificado de gostos e preferências que cada um poderá ver o tipo de conteúdo que se sente mais identificado”.

A plataforma oferece programas sobre nutrição esportiva, trabalho social da fundação, acompanhamento de torcedores pelo mundo, temas que normalmente são secundários no dia a dia de um clube de futebol.

Além disso, estão disponíveis todos os jogos das cinco últimas temporadas do time principal (não ao vivo, por uma questão de direitos de transmissão), ainda 65 jogos históricos do clube e, ao vivo, as partidas do Barcelona B e do Barcelona Feminino. 

O clube também aposta em algumas séries, como “The 9”, com a trajetória dos centroavantes que marcaram época no Camp Nou, “Dare to play”, um documentário sobre as jogadoras do time feminino. 

A aposta da casa como produto estrela: é “Originals”, uma série de programas contando a história dos jogadores do time principal e uma visão mais pessoal dos atletas - logo no lançamento um dos protagonistas é o brasileiro Arthur, personagem de um especial gravado em diferentes cidades no Brasil, apresentando a trajetória do meio-campista brasileiro. 

 
Lionel Messi abre o placar para o Barça

Didac Lee acredita que essa visão mais pessoal dos jogadores e histórias antes não contadas atrai o torcedor: “Tudo tem o seu público. Você falava do Arthur. Um amigo francês espera o do Antoine (Griezmann). Tem uma história que me fascina de uma jogadora do time feminino, uma africana, de superação pessoal. Ela é uma estrela no seu continente e é uma história maravilhosa, independentemente se você torce para o Barça ou gosta de futebol”.

Nas últimas semanas, o documentário sobre a trajetória do Chicago Bulls de Michael Jordan nos anos 90 chamou a atenção pela maneira que os protagonistas trataram não só os feitos, mas também os problemas daquele super time. No ano passado o Barcelona lançou o seu próprio documentário (Matchday), com grandes vitórias, mas também os bastidores da queda contra o Liverpool, com jogadores chorando no vestiário no intervalo da partida. Existe a possibilidade de uma segunda temporada, mostrando os bastidores do clube que vive dias agitados dentro e fora do campo.

“Tínhamos a intenção, antes desta crise, de fazer um Matchday 2. Com essa situação os planos mudam. Teremos conteúdos de como vivemos essa temporada atípica e veremos ainda como será o formato final”, avança Lee.

PÚBLICO

A aposta do Barcelona é pela pluralidade de torcedores que tem. O clube se orgulha de ser líder mundial em engajamento nas redes sociais com mais de 350 milhões de fãs e 1.4 bilhão de interações no ano passado. Além disso, o Barça é “o segundo clube” da maioria das pessoas em países como Brasil, Estados Unidos, China, Japão, México ou Turquia.

Este tipo de fã, que não pode ir ao Camp Nou a cada final de semana, mas quer se sentir parte do clube, é o alvo da nova plataforma e estratégia do Barça, de fidelizar o seu torcedor.

“Somos um clube extremamente local, até mesmo de bairro, de Les Corts, mas também somos um clube aberto a todos. O Barça é um sentimento, todos podem torcer pelo Barça, são bem-vindos e têm o seu espaço”, explica Didac Lee.

Com boa parte deste público na faixa etária de até 35 anos, a aposta é por conteúdos que mesclem entretenimento e futebol, que reforcem os valores que o torcedor identifica no clube e que dêem uma experiência mais exclusiva do dia a dia da instituição.

Investir em uma forma de viver um dia no estádio, por exemplo, resultou extremamente benéfica ao Barça. O museu do Camp Nou recebe quase 2 milhões de visitantes por ano (o segundo mais visitado de toda a Espanha e o museu temático de futebol mais visitado do mundo) e gera uma receita de quase 60 milhões de euros por ano.

Com a BarçaTV+, além de gerar mais empatia com o púbico, evitando que este torcedor de segundo clube troque o Barcelona por um rival, o clube também pode ter uma importante fonte de receitas para o futuro - seja em venda de assinaturas e comerciais da própria plataforma ou ainda graças a maior visibilidade que terão os patrocinadores.

O custo pela BarçaTV+ é de €2,99 por mês (aproximadamente R$ 18). O clube também lança o programa “Culers Premium Membership”, que dá acesso ao conteúdo da plataforma e ainda desconto em lojas, produtos, ingressos para jogos, promoções de patrocinadores do clube e um cartão físico personalizado de torcedor.

 
O gol histórico de Lionel Messi sobre o Bayern do caído Jérôme Boateng
Comentários