Outros Esportes

Após votação polêmica, CBV mantém ranking de atletas na Superliga Feminina

Decisão causou revolta em grandes nomes do esporte nacional

Avatar del

Por Redação Esporte Interativo

Superliga feminina mantém ranking polêmico de atletas.(Gaspar Nóbrega/Inovafoto/CBV)

Superliga feminina mantém ranking polêmico de atletas. | Gaspar Nóbrega/Inovafoto/CBV

Após votação polêmica, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) decidiu pela manutenção do ranking de atletas da Superliga feminina. Com esse sistema, cada time pode ter apenas duas jogadoras de elite, que valem 7 pontos.

 Nesta quinta-feira (12), a sede da entidade, no Rio de Janeiro, recebeu representantes de oito clubes e da Comissão de Atletas (representada pelas jogadoras Amanda e Renatinha) para votar sorbe o futuro da regra. No entanto, os gestores das equipes de São Paulo/Barueri e Curitiba votaram por e-mail e tiveram suas opiniões descartadas pela CBV.

De acordo com José Roberto Guimarães, técnico do São Paulo/Barueri e da Seleção Brasileira, a CBV não informou que não computaria os votos de times ausentes na reunião. A decisão causou revolta em grandes nomes do esporte nacional, como Thaisa, Sheila e Fabiana.

Sesc/Rio, de Bernardinho, Sesi/Bauru, Pinheiros, Flamengo e Fluminense votaram à favor da manutenção do ranking. Já Osasco, Minas Tênis Clube, Praia Clube e a Comissão de Atletas foram contra. Com os votos do São Paulo/Barueri e Curitiba, a votação seria 6 a 5 pelo fim do ranking.

O sistema de ranking da Superliga Feminina estipula que cada time só pode ter duas atletas de ponta, que valem sete pontos. São elas: as levantadoras Dani Lins, Fabíola e Macris, as centrais Fabiana e Thaisa, as ponteiras Fernanda Garay, Gabi e Natália, e as opostas Tandara e Tifanny. Além disso, com a manutenção aprovada, cada equipe poderá contar com três jogadoras estrangeiras.

Os dez primeiros colocados da Superliga têm direito a votar quanto ao regulamento da temporada seguinte. Com a primeira fase encerrada, a competição entra nas quartas de final neste sábado (14), com os confrontos: Praia Clube x Curitiba, Sesc x Fluminense, Minas x Barueri e Osasco x Sesi/Bauru.

  • Outros Esportes
  • Vôlei
  • Superliga Feminina
Comentários