Outros Esportes

'Não faz sentido nenhum manter em julho', diz Bruninho sobre Olimpíadas

Levantador e capitão da Seleção Brasileira Masculina de Vôlei falou sobre o impasse em adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Avatar del

Por Redação Esporte Interativo

Bruninho defende que Olimpíadas de Tóquio 2020 sejam adiadas(Getty Images)

Bruninho defende que Olimpíadas de Tóquio 2020 sejam adiadas | Getty Images

Apesar de o jornal 'USA Today' ter noticiado que os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 serão adiados para o ano que vem, ainda não temos nenhuma confirmação oficial do COI (Comitê Olímpico Internacional) sobre o adiamento. Em entrevista exclusiva para o nosso comentarista Vitor Sergio Rodrigues, em nosso Instagram, Bruninho, capitão da seleção masculina de vôlei, comentou sobre o silêncio da instituição que cuida dos Jogos.

"Não faz sentido nenhum manter as Olimpíada em julho. É o momento em que se reúnem todos os países do mundo, é muito complicado manter. Cada país agiu de maneira diferente em relação ao coronavírus, é muito perigoso", afirmou o levantador. 

Ainda falando sobre o possível adiamento dos Jogos Olímpicos, Bruninho comentou também sobre os problemas que o coronavírus já causou ao ciclo olímpico, citando por exemplo os atletas de esportes individuais, como a natação e o atletismo, e os qualificatórios que estão parados. 

Apesar de defender o adiamento das Olimpíadas para 2021, Bruninho sabe que a decisão pode impactar diretamente a seleção masculina de vôlei. "A gente estava em um bom momento, fechamos 2019 com um título da Copa do Mundo. (2020) Seria um ano que a gente pegaria mais entrosamento, chegaria bem, mas agora a gente não sabe mais."

 
Comentários