Outros Esportes

Preocupado com coronavírus, membro do COI diz que Olimpíada de Tóquio pode ser cancelada

Dick Pound colocou maio como data limite para possível cancelamento do maior evento esportivo do mundo; Japão é o segundo país com maior número de casos da doença

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Japão é o segundo país com o maior número de casos do Coronavírus(Getty Images)

Japão é o segundo país com o maior número de casos do Coronavírus | Getty Images

A realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio, previstos para começarem em 24 de julho deste ano, está ameaçada por conta do coronavírus. Em entrevista à agência de notícias 'Associated Press', Dick Pound, mais antigo membro do COI (Comitê Olímpico Internacional), afirmou que, caso o surto da doença não seja controlado até maio, o maior evento esportivo do mundo poderá ser cancelado.

"Vai chegar o momento em que as pessoas vão ter de perguntar: 'Essa situação está sob controle o suficiente e nós podemos ficar confiantes sobre ir a Tóquio?' Várias coisas têm de começar a acontecer (nessa época). Você tem de começar a elevar a segurança, a comida, a Vila Olímpica, os hotéis. As pessoas de mídia deverão estar lá construindo seus estúdios. Se os Jogos não puderem ir adiante como planejado, provavelmente deveremos olhar para um possível cancelamento", disse.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Em nota, a assessoria do evento afirmou nunca ter sequer discutido o cancelamento da Olimpíada no país asiático, que é atualmente o segundo com o maior número de casos de coronavírus no planeta, atrás apenas da China, onde a epidemia se iniciou.

"Nós nunca discutimos o cancelamento da Olimpíada. A organização da Tóquio 2020 seguirá colaborando com o Comitê Olímpico Internacional e com órgãos relevantes em relação a quaisquer medidas preventivas que possam ser necessárias até lá. A prevenção de doenças contagiosas constitui uma importante parte no nosso plano de sediar os Jogos Olímpicos com total segurança", diz o texto enviado à própria 'Associated Press'.

De acordo com estatísticas da OMS (Organização Mundial da Saúde), a epidemia já matou mais de 2,5 mil pessoas e já chegou a países europeus, como a Itália, onde houve 322 infectados e 11 mortos.

Cerca de 16 mil atletas e paratletas são esperados em Tóquio tanto para a realização dos Jogos Olímpicos quanto para os Jogos Paralímpicos.

 
Thiago rebate fala de Tite sobre Coutinho: 'Tem uma personalidade muito grande'
  • olimpiada
Comentários