​Lionel Messi não só classificou a Argentina para a Copa do Mundo. O camisa 10, que marcou três gols na vitória sobre o Equador, por 3 a 1, igualou o companheiro de Barcelona Luis Suárez, além de superar o compatriota Hernán Crespo, e se tornou com o uruguaio um dos maiores goleadores da história das Eliminatórias da América do Sul. 


Quer ficar por dentro de resultados ao vivo, ver calendários de jogos, tabelas de classificação e ainda receber todas as notícias do seu time de coração? Então, clique neste link com seu celular e baixe GRÁTIS o app do Esporte Interativo!


Com 21 gols, o camisa 10 da Argentina empatou com Luis Suárez, do Uruguai, que marcou dois contra a Bolívia nesta terça (10) e chegou a 21. O ex-atacante Crespo, com 18, ficou para trás. Além disso, em competições da Conmebol, Messi se tornou o terceiro maior artilheiro, com 61 gols, ficando atrás apenas de Ronaldo Fenômeno, que tem 62, e Pelé, com 77. 


Além de todas essas marcas, Messi, aos 30 anos, é o maior artilheiro da história da seleção argentina, com 61 gols em 122 jogos. Ele também soma 37 assistências, o que dá o total de 98 participações em gols.