(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo) 


Anunciado como reforço no meio da semana, Jean chega ao Botafogo com status de grande marcador. Com a camisa do Vasco, o volante terminou o Carioca e o Campeonato Brasileiro de 2017 como o jogador que mais roubou bolas. Em campo em 34 das 38 rodadas da competição nacional, o atleta alcançou 114 desarmes. Ele foi o único a ultrapassar a marcar centenária no quesito, superando Jonas (Coritiba) e Renê Júnior (Bahia), com 94 cada, segundo o Footstats.


OS CONFRONTOS ESTÃO DEFINIDOS! Nos dias 24 e 25 de abril, o Liverpool enfrenta a Roma em Anfield, enquanto o Bayern pega o Real na Allianz Arena! Não quer perder nenhum lances das semifinais da Liga dos Campeões?! Então, clique aqui e assine o Esporte Interativo Plus por apenas R$9,90/mês!


Embora tenha conseguido se destacar com a camisa do Vasco, Jean, de 23 anos, estava emprestado pelo Corinthians e teve que retornar ao clube paulista. Em 2018, porém, o atleta não teve espaço com o técnico Fábio Carille e acabou sendo cedido mais uma vez. Em menos de uma semana treinando no Nilton Santos, o jogador ficou à disposição pela primeira na última segunda (16), na estreia do Brasileirão, contra o Palmeiras, mas não foi utilizado. 


No Botafogo, Jean chega para disputar posição com os titulares Rodrigo Lindoso e Marcelo. Para o setor, o técnico Alberto Valentim ainda conta com os jovens Matheus Fernandes e Gustavo Bochecha. Assim como no Vasco, o novo reforço assinou por empréstimo, até o final da temporada. 

Na segunda-feira (23), Jean fica à disposição mais uma vez e tem mais uma chance de atuar pela primeira vez pelo Botafogo. O atleta reforça a delegação alvinegra que vai a Recife para o jogo contra o Sport, às 20h (de Brasília), na Ilha do Retiro, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Curiosidade: inspiração em Verón


Além de Vasco e Corinthians, Jean tem passagens pelo Paraná e pelo Estudantes-ARG, onde começou a aprimorar a fama de ladrão de bola. O espírito guerreiro nos jogos e no treinamento cresceu após o novo reforço do Botafogo conviver com Juan Sebastián Verón no clube argentino. A curiosidade foi revelada pelo próprio atleta, em entrevista ao Esporte Interativo em 2017.

Divulgação

Jean na época em que passou pelo Estudiantes-ARG (Foto: Arquivo pessoal)


"É um cara que sempre me cobrou muito, que sempre cobrou o meu melhor. Quando ele era jogador, eu era um dos que estava compondo o elenco do Estudiantes. Ele sempre me chamava para conversar e falava o que um volante tinha que fazer em campo. É um cara que sempre me aconselhou bastante", disse na época.


d

Clique aqui e assine!