Treinador optou por troca na lateral contra o Estudiantes

Por Igor Affonso


Na noite da última terça-feira (07), uma decisão de Renato Portaluppi surpreendeu a todos. A escolha de Marcelo Oliveira como titular da lateral esquerda do Grêmio, que antes parecia ser por preservação a Cortez, foi confirmada pelo próprio treinador como algo de ordem técnica. E se assim seguir para os próximos jogos, será um grande erro do profissional nesta sua era, que começou em setembro de 2016.


É HORA DE DECISÃO! Não quer perder os jogos de ABC, Botafogo-PB, Confiança, Náutico, Remo e Santa Cruz pela última rodada da 1ª fase da Série C? Para assistir ao vivo e de onde você quiser, clique aqui e assine o Esporte Interativo Plus por apenas R$13,90/mês! #CadaJogoImporta!


A começar pelo fato que o nível técnico entre os dois é bem diferente. Cortez entrega muito mais qualidade na saída de bola e na chegada a linha de fundo. Um dos pontos fortes do time tricolor na atual temporada, inclusive, é o lado esquerdo, com o entrosamento entre ele e Everton. Já Marcelo é um jogador mais tático, que mantém posição e agrega pouco com a bola no pé. 

Renato Portaluppi conversa com jogador do Estudiantes enquanto Marcelo Oliveira se prepara para cobrar o lateral

​"Cortez está bem, como o Marcelo também está bem. Eu quis que o Marcelo jogasse", declarou Renato após a derrota por 2 a 1 para o Estudiantes, em La Plata, Argentina


E o ponto que torna inexplicável tal decisão é a fase que a dupla vive. Enquanto Oliveira vem de atuações muito ruins, com dificuldade na marcação e sem conseguir manter o ritmo impresso pela equipe quando tem a posse, Cortez faz grande 2018, só saiu do time por lesão, ficou ausente três partidas, e retornou em ótimo nível contra o Flamengo, no último sábado (04). 


O camisa 12 fez um 2017 acima da média, sendo peça fundamental na conquista da Libertadores e tendo participação elogiável no Mundial de Clubes. E o que mais impressiona é que voltou ainda melhor para este ano, sendo um dos jogadores mais regulares do clube gaúcho neste primeiro semestre. Não dá para saber se Renato quis blindar Marcelo Oliveira das críticas que vem recebendo, mas fato é que esta é uma decisão que, a princípio, não tem motivo para tornar-se concreta dentro do seu elenco. 


Nas redes sociais, a torcida gremista também se manifestou a respeito da coletiva enigmática do técnico, mostrando muita chateação com a possibilidade de uma troca na lateral. Após a partida, Cortez declarou que estava 100% fisicamente, rechaçando as informações que davam conta dele ter sido preterido em função do retorno de lesão muscular.


Ainda cravo Cortez como o titular da lateral esquerda, tanto por qualidade quanto pelo que entrega ao time, mas caso Renato resolva bancar o experiente atleta na função, estará equivocado. O comandante tem grande margem de acerto, principalmente em apostas em nomes desacreditados, mas o caso de Marcelo Oliveira não parece ser o mesmo de alguns como Pedro Rocha, Léo Moura, o próprio Cortez, Fernandinho e Jael. 


Banner Nativo

Clique aqui e assine!