​Ídolo palmeirense, o meia Jorge Valdivia foi um dos destaques do Colo-Colo-CHI na vitória por 1 a 0 diante do Corinthians, na noite de quarta-feira (08), em Santiago. O resultado, entretanto, foi recebido com um certo sabor de decepção pelo jogador, que acredita que o Cacique poderia ter construído um placar mais elástico pelas circunstâncias da partida.


Alô, torcedor Alvinegro! Quer ficar sabendo de notícias, tabelas, próximos jogos e ainda participar de enquetes sobre o Corinthians, diariamente, pelo seu e-mail? Então, clique aqui e inscreve-se na Newsletter do Timão!


"Nós tínhamos uma intenção clara jogando aqui (no Chile), que era ganhar e não tomar gol. Acredito que fizemos uma boa partida e, sim, merecíamos um pouquinho mais. Pelo número de vezes que chegamos ao gol do Corinthians, por termos um jogador a mais, creio que o resultado poderia ter sido mais amplo. Mas que a torcida tenha certeza de que vamos matar o jogo no Brasil. Será a segunda guerra para nós. Vamos lá para morrer (deixar tudo em campo)", disse o polêmico camisa 10.


Valdivia também falou sobre a impressionante atuação do goleiro Cássio, seu antigo adversário dos tempos de Palmeiras. "O Cássio é um grande goleiro, a começar pela altura que tem. Ele também vai muito bem por baixo, pegou muitas bolas hoje no chão".


Corinthians e Colo-Colo decidirão uma vaga nas quartas de final da Libertadores no dia 29 de agosto, às 21h45 (horário de Brasília), em Itaquera. Quem seguir na competição encara o vencedor do duelo entre Palmeiras e Cerro Porteño-PAR.


fsdafsdf

Clique aqui para receber!