​Acabou o amor no Fluminense. Na tarde desta sexta-feira (30), um grupo com cerca de 30 pessoas invadiu o CT Pedro Antônio durante o primeiro treino da equipe após a eliminação para o Atlético-PR na última quarta-feira (28). Segundo apurou a reportagem do Esporte Interativo, eles entraram no local enquanto um carro da imprensa deixava o treinamento. 


Os invasores entraram correndo, foram para cima dos jogadores gritando que precisavam 'ter uma conversa olho no olho' e pediram que honrassem a camisa. Quem tomou frente na confusão, que durou cerca de 20 minutos, foram os zagueiros Gum e Digão. O diretor de futebol Paulo Angioni também estava presente. Além disso, o grupo pedia a renúncia do presidente do clube, Pedro Abad, que não estava no campo no momento em que o treino foi interrompido, mas foi visto no CT. 


Confira na íntegra o momento em que o grupo estava no campo junto com os jogadores e comissão técnica: