Melhor Futebol do Mundo

Douglas Costa fala sobre gol contra o Lokomotiv: 'Foi o melhor da minha carreira'

Atacante brasileiro garantiu a vitória da Juventus no fim da partida contra o Lokomotiv Moscow

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Douglas Costa elegeu o gol contra o Lokomotiv como o mais bonito de sua carreira(Getty Images)

Douglas Costa elegeu o gol contra o Lokomotiv como o mais bonito de sua carreira | Getty Images

Para alguns jogadores, como Cristiano Ronaldo, é difícil escolher o gol mais bonito de suas carreiras. Para Douglas Costa, nem tanto. Em entrevista publicada no site oficial da Juventus, o brasileiro colocou o tento contra o Lokomotiv Moscow, na última terça (05), no topo de sua lista.

Em belíssima jogada que iniciou pela esquerda, Douglas Costa tabelou com Higuaín e conseguiu fazer o segundo da equipe italiana na vitória por 2x1, fora de casa, contra os russos. Na entrevista, ele explica o lance.

Já sabe onde assistir aos jogos da Champions League? Assista a TODOS os jogos no EI Plus!

"Estava na posição de armador e estava encontrando dificuldade em achar espaços. Então, falei com Bonucci e Dybala e fui para a esquerda. Quando os dois defensores pularam, vi que dava para finalizar. Graças ao passe de calcanhar inteligentíssimo de Higuaín, tivemos uma ação muito boa. Me mantive calmo e marquei. Foi o melhor gol da minha carreira."

Depois de comentar algo positivo, Douglas Costa também foi obrigado a falar sobre um assunto que vem assolando o futebol italiano recentemente: o racismo. Para o brasileiro, racistas não merecem nem comemorar gols.

"Infelizmente, o racismo existe há um bom tempo. Eu sou totalmente contrário a isso, porque acho que somos todos iguais e, com nossas famílias, devemos defender nossos princípios. Racistas não merecem comemorar gols, porque o futebol é um espetáculo, traz alegria, e não é compatível com esses acontecimentos."

O atacante da Juventus ficou de fora da equipe por conta de uma lesão muscular durante um mês. Retornando aos poucos à equipe, deixou o banco de reservas contra o Lokomotiv para decidir o jogo.

 

Comentários